João Renato parte com tudo para o Ceará
Leia mais
OC1

João Renato parte com tudo para o Ceará

Campeão brasileiro de 2015 e vice Sul-americano Master, vicentino João Renato Moura encara neste sábado a W2 Downwind Fortaleza 2016. O vicentino João Renato Moura é um dos destaques da W2 Downwind Fortaleza, considerada uma das provas mais esperadas do ano e que acontece neste sábado (22/10), reunindo a nata dos remadores do Brasil. A competição compreende um percurso aproximado de 40 quilômetros, com largada no tradicional porto de Mucurípe, passando por todo o litoral de Fortaleza e Icaraí, Cumbuco, Lagoa do Cauipe, até entrar no porto de Pecém. Competidor da modalidade OC1, João Renato Moura encarou um primeiro semestre atípico, em que teve de superar problemas pessoais que refletiram em pouco tempo para os treinos. “Depois de vencer a Aloha Spirit em março, tive que dar uma freada para reorganizar minha vida, pois minha mãe faleceu e assumi a responsabilidade de cuidar do meu pai, que infelizmente passou também por alguns problemas de saúde. Treinei pouco em relação às últimas temporadas, mas vim para o Ceará para brigar pelo título”, diz confiante. De acordo com Moura, esta é uma prova que favorece seu desempenho. “A previsão está muito boa, com rajadas de ventos que podem chegar aos 40 km/h. Já fui algumas vezes ao Hawaii justamente para me aprimorar nestas condições. Estou bem confiante e quero ser uma das primeiras canoas a cruzar a linha de chegada. Fiz um percurso reduzido nessa região em 2012, de 28 quilômetros, mas já deu pra sentir que lá é padrão internacional. Não deixa nada a desejar em relação aos melhores picos mundiais, como o Hawaii. Considerado um novato na canoa, João Renato foi lançado ao topo do esporte após conquistar o título nacional e chegar ao vice-campeonato no Sul-americano realizado em novembro passado em Santos. “Realmente, a canoa havaiana chegou de mansinho, mas agora tomou conta da minha trajetória...

Read more

Celso Filetti
Leia mais
Canoa Havaiana, OC1

Celso Filetti garante o 3º ouro no Sul-Americano de Va’a

O santista Celso Filetti se tornou um dos grandes destaques do Sul-Americano de Canoagem Va’a, que está sendo disputado em Santos. Neste sábado, o atleta de 50 anos garantiu o terceiro ouro, o segundo em provas individuais da master sênior. Dessa vez na V1R, mais conhecida na região como canoa havaiana. Este tipo de embarcação utiliza remo, diferente da V1, a polinésia, onde a direção da embarcação é determinada só pela remada. Ao contrário da disputa de V1 na sexta-feira, Filetti teve um grande rival, do início ao fim, com a chegada com uma pequena diferença sobre o seu companheiro de equipe, Carlos Rittscher. “Foi bem duro. O Carlos já tinha me vencido. Ele é muito forte. Fiquei muito feliz em vencer mais essa, ganhar o terceiro ouro, mas se ele tivesse levado eu também comemoraria, porque somos parceiros da mesma equipe”, vibrou Celso, demonstrando grande espírito esportivo. “Ganhar três ouros no Sul-Americano foi superação. Fruto de muito treino, dedicação. Mas, sem dúvida, a maior alegria foi prestigiar o pessoal de fora do Brasil, emprestando as canoas para competirem. Acredito que foi uma troca de energia positiva. Quando se ajuda as pessoas, alguém também te ajuda lá em cima”, afirmou o canoísta, que emprestou dez de suas mais de vinte canoas aos participantes do Sul-Americano.   FOTOS DIVULGAÇÃO DE CELSO FILETTI. CRÉDITO: IVAN STORTI CONTEÚDO: FMA NOTÍCIAS  

Read more